Turma da Mônica digital chega ao Social Comics
outubro 13, 2016 799 Visualizações

Turma da Mônica digital chega ao Social Comics

mônica 086-03A Turminha mais famosa das histórias em quadrinhos brasileiras já está disponível para os leitores do Social Comics. A Turma da Mônica, com seus personagens que encantam gerações, passou a integrar o acervo da plataforma de streaming desde o dia 16 de setembro.

Inicialmente foram disponibilizadas 29 edições das revistas: Mônica, Cebolinha, Chico Bento, Cascão e Magali. Em seguida, a plataforma irá adicionar regularmente novas publicações.

Os primeiros personagens do desenhista Mauricio de Sousa, Franjinha e Bidu, surgiram em 1959 com tiras no jornal Folha da Manhã. A Mônica, uma de suas personagens mais famosa e inspirada em uma de suas filhas, foi criada em 1963. As primeiras revistas foram publicadas em 1970 e, desde então, a Turminha do Bairro do Limoeiro conquistou o mundo.

“É emocionante poder reviver essas revistas clássicas e levá-las a uma nova geração de leitores.”, afirma Marcos Saraiva, Gerente de Digital da Mauricio de Sousa Produções.

“A Turma da Mônica foi e ainda é o primeiro contato de crianças com a leitura e o universo mágico das histórias em quadrinhos. Esse resgate é importante para que histórias concebidas há décadas pelo Mauricio de Sousa possam encantar novos públicos”, afirma Marcelo Bouhid, diretor de marketing do Social Comics.

Além das publicações da editora, os assinantes também podem conferir mais de 2.500 histórias em quadrinhos no formato digital. Para ter acesso a todo acervo, basta assinar o Social Comics por R$ 19,90 por mês. A plataforma digital, lançada em 2015, tem o objetivo de fomentar a indústria nacional de Histórias em Quadrinhos, utilizando o mesmo conceito do Netflix, mas para HQs. Os usuários podem testá-la por 14 dias gratuitamente.

Sobre o Social Comics:

O Social Comics é uma plataforma de streaming de quadrinhos com um conceito similar à Netflix, que por um valor mensal de R$ 19,90 disponibiliza quase 2.500 histórias em quadrinhos no formato digital. A empresa nasceu em 2015 com obras antigas e inéditas de autores independentes, além de exemplares das maiores editoras do gênero do país, como a Devir, a JBC, a Mythos, a Editora Nemo, a Alto Astral, a Mino e a Mauricio de Sousa de Produções, além da Dark Horse Comics, uma das principais editoras dos Estados Unidos. Em novembro de 2015 o Social Comics recebeu um investimento de R$ 2 milhões do Grupo Omelete, que planeja a internacionalização da plataforma para a América Latina e para os Estados Unidos.

Sobre o Autor:

Renata Araujo
Renata Araujo 298 resenhas

É jornalista por formação, nerd por paixão e cresceu rodeada de livros sendo até proibida de comprar mais por não ter aonde botar. Era figura conhecida na locadora mais próxima, aonde nem precisava se identificar, hoje em dia usa o quarto do namorado como depósito de livros. Adora livros de fantasia, sendo um PotterManiaca, mas não dispensa nenhum gênero. Para filmes prefere os clássicos dos anos 80 e compara qualquer filme com Dirty Dance - Ritmo Quente e O Guarda Costa.

Você pode gostar também

Notícias

Veja quem são as 6 protagonistas que inspiram o empoderamento feminino nas HQs

O poder feminino permeia o universo de cultura pop há algum tempo. Nos últimos lançamentos de filmes e séries de super-heróis, pelo destaque de suas histórias desde as HQs, as

Notícias

Comic Con Experience estreia no Nordeste em 2017

A Comic Con Experience (www.ccxp.com.br), maior evento de cultura pop da América Latina, realizado desde 2014 na capital paulista, anuncia sua primeira edição fora de São Paulo. Chamado de CCXP

Notícias 0 Comentários

Escolhido filme brasileiro para disputa do Oscar

O Ministério da Cultura divulgou essa semana, dia 18, o filme que vai representar o Brasil e concorrer a uma vaga na categoria melhor filme estrangeiro no Oscar 2015. O