Exorcismo
outubro 17, 2016 280 Visualizações

Exorcismo

O filme “O Exorcista” foi baseado em uma história verdadeira de 1949. Um menino foi diagnosticado como sendo possuído pelo diabo, e a Igreja Católica Romana acreditou ter provas suficientes para atribuir vários exorcistas ao caso. Uma suposto total de 26 pessoas disseram ter testemunhado as coisas horríveis que aconteceram durante esses exorcismos, e foi aparentemente tão terrível para aqueles que estiveram envolvidos de que os livros foram escritos sobre o assunto, e os filmes foram feitos. Até hoje é considerado como um dos mais assustadores filmes já feitos, e tantas histórias pegaram emprestado ou foram influenciados por essa.

Exorcismo, de Thomas B. Alen, publicado pela editora Darkside, conta essa história.

Thomas B. Allen, autor e historiador responsável pela obra.

Thomas B. Allen, autor e historiador responsável pela obra.

O livro inteiro é baseado quase que em sua totalidade pelo diário do Padre Bishop, que participou durante a maior parte do ritual. O resto da história é preenchido por um conjunto de pessoas. Algumas ainda assustadas, outras simplesmente assombradas com o que houve. É importante dizer que, além da busca inicial da Igreja Católica para determinar se o jovem garoto (usa-se um pseudônimo para proteger a real identidade dos envolvidos) estava possuído ou era apenas uma doença psicológica, o livro não põe em duvida a existência do fenômeno.

Então cabe ao leitor decidir se está acompanhando a luta da Igreja Católica contra o Adversário pela alma de uma criança ou apenas uma ótima história de terror. Porque, verdade ou não, é.

Entretanto, não vá esperando grandes demonstrações de poder ou terror. Nos relatos dos padres, existem sim alguns sinais que todo amante de terror vai reconhecer. Objetos se movendo sozinhos. Vozes poderosas saindo da boca de um jovem menino. Incrível força e violência. Mas fica por ai. A natureza da possessão no livro é muito mais psicológica e sutil. Na minha interpretação, isso pode criar uma credibilidade maior para a história, mas para quem está em busca de um grande espetáculo, pode se decepcionar.

Também é necessário dizer que você precisa de paciência. O exorcismo não dura uma ou duas noites. Dura semanas, onde a força moral dos padres e da família é testada em extremos. Tão exaustivo e perturbador que em certos momentos eu comecei a duvidar tanto do sucesso do exorcismo quanto da sobrevivência do exorcista. É angustiante e cansativo em palavras, e só posso imaginar o esforço e força de vontade daqueles envolvidos.

No geral, é um ótimo livro de terror para quem não acredita. Para quem acredita, um perturbador registro das forças que atuam entre nós, invisíveis. Recomendo bastante. E é claro, o livro vem de forma impecável, mérito da Darkside

Sobre o Autor:

Matheus Dias
Matheus Dias 20 resenhas

É estudante de Relações Internacionais e PhD em dar palpite sobre a terra da rainha. Se Harry Potter fez dele um leitor, Star Wars o batizou como nerd. Estrangeiro às praias do Rio de Janeiro, pode ser constantemente encontrado no Pub Irlandês mais proximo de casa.

Você pode gostar também

Livros

O Oceano no Fim do Caminho

Há quarenta anos atrás uma história aconteceu, porém só foi lembrada agora, quando aquele que era apenas um menino se transformou em homem feito. Os tempos eram outros, ele tinha

Livros

Crônicas de Ghanor

  Crônicas de Ghanor ilustra uma trilogia de RPG criada em formato de podcast pelo site Jovem Nerd. Uma história de aventura narrada pelo mestre Alexandre Ottoni, aonde a princesa

Cemitério de Dragões – Legado Ranger

Um soldado de elite do exército americano desaparecido em uma missão no Afeganistão. Uma africana guerrilheira crescida em meio a conflitos étnicos de Ruanda.Uma garçonete irlandesa praticante de artes marciais