Quarteto Fantástico
agosto 27, 2015 332 Visualizações

Quarteto Fantástico

quarteto 2Quando a Fox anunciou que iria rebootar esse filme eu pensei: Nossa que legal, agora teremos um filme do Quarteto mais maduro. Porém não foi bem assim que aconteceu para minha tristeza e para a de muitos os que gostam de filme de super-herói. Eu até fui com pensamento positivo, mesmo sabendo que quase toda a internet não havia gostado, mas não teve jeito.

O filme todos já conhecem, mostra a história de cinco adolescentes conhecidos pela inteligência e que acabam indo a uma dimensão alternativa sem autorização. Porém em seu retorno eles sofrem sérias alterações corporais.

Terminei o filme com uma cara tipo assim: Sério que foi isso?

Na verdade, minha tristeza foi muito por conta desse novo momento dos filme baseados em quadrinhos. Nos últimos anos a Marvel se mostrou profissional e madura o suficiente para criar arcos incríveis até mesmo com personagens que não tinham potencial. A DC Comics também está se preparando (até onde vimos) de forma tão boa quanto, para apresentar um produto que seja igual ou melhor do que a Marvel. Ou seja, é um ótimo momento para os fãs de quadrinhos!quarteto3

Porém a Fox Films não conseguiu até agora entrar de uma forma que agrade, nessa corrida. Não que eles não estejam tentando, porque eu até acredito que eles estão. Os efeitos especiais desse filme são muito bons e eu até gostei dessa pegada mais sombria que o filme tem. Passa até uma visão mais realista da história.

Os atores escolhidos para serem os novos integrantes do Quarteto Fantástico são realmente muito bons. Miles Teller e Michael B. Jordan  se sobressaem bastante. Apenas Jamie Bell não estava tão bem, mas no fundo acho que foi pela pouca quantidade de falas (Uma pena porque a caracterização dele como Coisa é a melhor até agora). Mas no geral os quatro (Os três mais Kate Mara) estão bem como um conjunto. O que foi uma pena pelo filme como um todo. Fiquei espantada também em saber que a direção tinha sido de Josh Trank, o mesmo que dirigiu Poder Sem Limites, um filmaço, em minha humilde opinião.

Na verdade para mim, o filme acaba sendo muito previsível e cheio de clichês, sem contar em algumas explicações que não fazem muito sentido. E apesar de ser uma grande introdução aos 4 super-heróis (o que normalmente agrada ao público), a história não colou muito.

É claro que o filme não deve ser jogado fora, mas o problema são as bases que temos hoje em dia e as possibilidades de comparações. Com o atual cenário de super-heróis, não dá mais pra Fox fazer esse tipo de filme. É preciso mais.

 

Sobre o Autor:

Renata Araujo
Renata Araujo 298 resenhas

É jornalista por formação, nerd por paixão e cresceu rodeada de livros sendo até proibida de comprar mais por não ter aonde botar. Era figura conhecida na locadora mais próxima, aonde nem precisava se identificar, hoje em dia usa o quarto do namorado como depósito de livros. Adora livros de fantasia, sendo um PotterManiaca, mas não dispensa nenhum gênero. Para filmes prefere os clássicos dos anos 80 e compara qualquer filme com Dirty Dance - Ritmo Quente e O Guarda Costa.

Você pode gostar também

Filmes

Os Croods

Depois de A Origem dos Guardiões a DreamWorks volta surpreendendo a todos com uma linda e engraçada história da época das cavernas. Dessa vez ela apresenta Os Croods, uma família

Trash – A Esperança Vem do Lixo

Raphael (Rickson Tevez) e Gardo (Eduardo Luís) trabalham no lixão e levam suas vidas a procura de algo valioso entre os objetos que são despejados todos os dias no local.

Um Milhão de Maneiras de Pegar uma Pistola

Albert (Seth MacFarlane) é um fazendeiro que possui uma criação de ovelhas, mora com seus pais e namora uma linda donzela da cidade, Louise (Amanda Seyfried). Porém sua fama não