A Escolha Perfeita 2
agosto 19, 2015 520 Visualizações

A Escolha Perfeita 2

static1.squarespace.comApós o sucesso, as Barden Bellas ganham a oportunidade de se apresentar para o presidente dos Estados Unidos. Só que o show é um grande fiasco, o que as transforma em uma vergonha nacional. Diante do ocorrido, as Bellas são proibidas de participar de competições no meio acadêmico.

A única saída para o grupo é vencer o campeonato mundial de a capela, o que apagaria as punições aplicadas. Mas há um problema: nunca uma equipe americana venceu o torneio.

Quando um filme faz muito sucesso a probabilidade de haver uma continuação é bem grande. Temos muitos exemplos disso: Jurrasic Park, Meu Malvado Favorito, De Volta Para o Futuro. Acontece que nem todas as sequencias são a altura do primeiro filme e isso pode estragar uma franquia. Mas em compensação se a continuação for boa, ela pode render muito dinheiro para o estúdio.

Uma pena que não foi new-pitch-perfect-2-traileresse o caso de Escolha Perfeita 2. Não que a história de Beka (Anna Kendrick) e do grupo Barden Belasseja ruim, mas não tinha visto muito motivo para uma continuação já que a história havia se encerrado no primeiro filme. Mas ela veio assim mesmo das mãos da atriz e diretora Elizabeth Banks.

O segundo filme não se compara ao primeiro em questão de história. Nesse é criado um grande problemas para o grupo não poder se apresentar e isso gera conflitos tanto externos quando internos. Só que esses conflitos não são tão bons e com isso o filme não desenvolve da maneira correta, se tornando um cansativo.

Claro que as cenas de música são sempre bem legais (eu gosto), mas elas não se sustentam sozinhas. E nem a nova integrante Emily interpretada por Hailee Steinfeld (Mesmo se Nada Der Certo) que é muito boa atriz, consegue fazer o filme mais atrativo ao público.

No geral é um filme pipoca, que eu recomendo ver em casa quando sair na locadora mais próxima ou no NetFlix.

 

Sobre o Autor:

Renata Araujo
Renata Araujo 298 resenhas

É jornalista por formação, nerd por paixão e cresceu rodeada de livros sendo até proibida de comprar mais por não ter aonde botar. Era figura conhecida na locadora mais próxima, aonde nem precisava se identificar, hoje em dia usa o quarto do namorado como depósito de livros. Adora livros de fantasia, sendo um PotterManiaca, mas não dispensa nenhum gênero. Para filmes prefere os clássicos dos anos 80 e compara qualquer filme com Dirty Dance - Ritmo Quente e O Guarda Costa.

Você pode gostar também

Planeta dos Macacos: O Confronto

Dez anos se passaram após a batalha na Golden Gate e a conquista da liberdade dos macacos. Agora eles se reuniram e estão vivendo em paz em uma floresta próxima

Tim Maia

Tim Maia narra a história de um dos artistas mais polêmicos e mais incríveis do Brasil. O filme conta como foi a vida desse grande musico, começando pela sua infância pobre,

Faroeste e Caboclo

Uma história de amor que se envolve com muita violência e drogas. É assim a história de João de Santo Cristo, personagem principal da música do Legião Urbana. Escrita por