O Mundo de Gelo e Fogo
junho 11, 2015 860 Visualizações

O Mundo de Gelo e Fogo

“As the next thousand years unfold—and the thousands beyond that—many more will be born, and live, and die. And history will continue to unfold, as strange and complex and compelling as what my humble pen was able to lay before you”

Nos cinco livros publicados das Crônicas de Gelo e Fogo e nos contos que a precede, George Martin nos entregou tanta informação e riqueza de detalhes a respeito de seu mundo, às vezes chamados por fãs de “Planetos”, em referência ao continente onde grande parte da aventura se passa, que era inevitável a produção de uma obra abrangendo todo esse universo. Então Elio Garcia e Linda Antonsson, os criadores do site Westeros (uma das maiores comunidades de fãs da saga online), resolveram juntar toda informação disponível e guiados pelo próprio Martin, surgiram com uma obra ambiciosa e intrigante sobre o passado do mundo onde Targaryens, Starks e Lannister jogam o jogo dos tronos e não só isso, com informações inéditas sobre lugares e nomes que até para os personagens da série só passam de lendas.

Capa mantendo o alto nivel da saga principal.

Capa mantendo o alto nivel da saga principal.

É importante notar que O Mundo de Gelo e Fogo, por mais que a associação seja obvia, não é um Silmarillion. Pelo contrário, seu formato é uma solução elegante para lidar com a obra principal que, diferente do Senhor dos Anéis (e para a irritação geral da nação) está inacabada. Contado como um grande compendium de todo o conhecimento adquirido pelos meistres de Westeros para ser entregue originalmente ao Rei Joffrey I Baratheon (é, ele mesmo), O Mundo de Gelo e Fogo é rico quando aborda assuntos próximos da realidade dos personagens, como a história dos Sete Reinos e das dinastias Targaryen, e deliberadamente obscuro sobre o mundo além do espaço ou do tempo, quando aventura-se a dar informações sobre terras distantes como Asshai da Sombra ou sobre a Era do Amanhecer, quando os primeiros homens lutaram contra as crianças da floresta ou o conto sobre os Outros e da longa noite.

É difícil dizer quando o livro se torna mais empolgante. Passamos por momentos memoráveis no mundo de Martin, como a ascensão e queda de Valyria e dos senhores de dragões, cuja família Targaryen faz parte ou de quando Aegon Targaryen, o Conquistador, invadiu os Sete Reinos para faze-los um. Aliás, ao ler o gigantesco livro, você não pode deixar de ter a impressão que os Targaryen são de fato, os grandes protagonistas desse mundo e terminará por ver com outros olhos Daenerys e a herança que pesa em seus ombros.

Mas é claro que, assim como as Crônicas de Gelo e Fogo, o livro não se mantém apenas no fator sobrenatural do universo de Martin. Temos uma extensa coleção de histórias sobre guerras civis entre as grandes famílias de Westeros, intrigas e traições. Acompanhamos os Mil Barcos de Nymeria, que exilados de seu Império por Valyria, chegaram em Dorne, entrelaçando seu futuro para sempre com a Casa Martell. Aprendemos sobre a invasão dos Ândalos, que  trazendo seus estranhos Sete Deuses, conquistaram toda Westeros, somente para serem derrotados pelos Starks de Winterfell e os Senhores do Norte, com isso explicando porque diferente de todo o continente, os deuses antigos das arvores ainda sejam cultuados no Norte.

Falando em Starks, não só aprendemos como os Sete Reinos foram fundados mas como as Grandes Casas surgiram. Dos antigos Starks e Arryns aos novos ricos, Tyrells e Baratheon, acompanhamos toda dinâmica de poder ao longo do tempo, até a chegada dos Dragões. Desse ponto, um profunda profunda narrativa começa, até chegar nos tempos de “hoje” e da guerra dos cinco reis que tão bem conhecemos.

Por fim, o livro é recheado da maior coleção de artes sobre esse rico mundo. Cada uma mais brilhante que a outra, com consagrados nomes como Ted Nasmith e Marc Simonetti nos apresentando suas visões das terras de gelo e fogo. É uma obra imperdível para todo fã e altamente recomendada para aqueles que querem mergulhar nessa que tem chances de ser a maior obra de fantasia desde que Bilbo saiu do Condado em sua aventura inesperada.

Robert Baratheon enfrenta Rhaegar Targaryen no Tridente, por Justin Sweet

Robert Baratheon enfrenta Rhaegar Targaryen no Tridente, por Justin Sweet

 

 

Sobre o Autor:

Matheus Dias
Matheus Dias 20 resenhas

É estudante de Relações Internacionais e PhD em dar palpite sobre a terra da rainha. Se Harry Potter fez dele um leitor, Star Wars o batizou como nerd. Estrangeiro às praias do Rio de Janeiro, pode ser constantemente encontrado no Pub Irlandês mais proximo de casa.

Você pode gostar também

Livros

Shada

Quem de nós nerds não conhece Douglas Adams, famoso pela saga “O guia do mochileiro das galáxias” e Doctor Who, um personagem que ao mesmo tempo é o mais peculiar

Não Se Apega, Não

Isabela é uma mulher normal como muitas de nós, porém possui uma vida amorosa igual a de filme, como ela mesma fala, não consegue encontrar seu grande amor e enquanto

Livros

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada é a esperada continuação da saga do menino bruxo, que chega para nós em formato de peça de teatro. A grande expectativa por uma