Cássia Eller

Cássia Eller

15 cassia02Cássia Rejane Eller, mais comumente conhecida como Cássia Eller, uma bomba prestes a explodir nos palcos. Uma das cantoras mais completas da história do rock brasileiro que infelizmente teve sua história interrompida em 2001, com 29 anos, por um repentino enfarto do miocárdio. O documentarista Paulo Henrique Fontenelle desenhou bem a mulher, cantora, mãe e a humana que Cássia foi, deixando pouco a desejar.

Pra quem é fã, o filme se encarregou de matar um pouco da saudade que ela deixou, e para os leigos, revelou uma pessoa simples, mas com suas excentricidades e peculiaridades. Uma mulher tímida que se revelava nos palcos, seja mostrando os seios pra provocar, seja por sua 2002-01-19voz que era de arrepiar.

Sua história foi contada nos moldes já conhecidos: depoimentos intercalados a vídeos caseiros e fotos de seu acervo pessoal. Nada pra impressionar ou surpreender, a história da cantora já tinha se encarregado disso. Entretanto, o pecado ficou a cargo da duração que foi de 2h. Não havia necessidade dessa extensão toda, chega uma hora que os depoimentos ficam repetitivos e não acrescentam em nada.

O depoimento mais ferrenho foi o de Eugênia, que não poupou críticas aos meios de comunicação da época quando divulgaram a causa da morte da cantora. A companheira desmentiu as afirmações de que Cássia Eller havia falecido pelo uso excessivo de drogas, como afirmava, por exemplo, a capa da revista Veja.

Em alguns momentos do filme, há leitura dos escritos da artista feitos por Malu Mader, uma voz sem igual dando voz aos pensamentos de Cássia. É de arrepiar! O diretor, Paulo Henrique Fontenelle, cumpriu honrosamente sua tarefa: mostrou o lado mais doce de Cássia, sem omitir seus exageros. O filme foi fiel, recomendo!

Sobre o Autor:

Marta Leticia Brito
Marta Leticia Brito 5 resenhas

Futura jornalista, impetuosa, sempre tenta conseguir o que quer, usando diversos meios possíveis. Um tanto quanto emotiva, apela para o lado sentimental das coisas. Tem uma tendência a exagerar quando é contrariada. Leitora constante de romances (baratos ou não) é figurinha carimbada nas salas de cinema, pelo menos uma vez por semana. Geralmente, se envolve tanto nas histórias, que até parece vivê-las

Você pode gostar também

Filmes

O Babadook

If it is in a word or in a look, you can’t get rid of the Babadook. O gênero de terror talvez  seja o mais saturado do cinema. A essa

Filmes

Elysium

Em 2154 o planeta Terra não é mais o mesmo. Ele está dizimado devido a depredação do homem. As pessoas na Terra vivem em estado de decadência, com fome, doenças incuráveis

Os Pinguins de Madagascar

Depois que tudo terminou bem no Afro Circus, os pinguins Capitão, Kowalski e Rico, que se consideram a elite do pinguins espiões, decidem presentar Recruta, o membro mais novo do