Mesmo Se Nada Der Certo

Mesmo Se Nada Der Certo

beginagain4Gretta (Keira Knightley) é uma inglesa que se muda para Nova York junto com seu namorado Dave (Adam Levine), que é músico e está fechando contrato com uma produtora. Porém logo após chegarem, ele termina o namoro, deixando ela sem nada e sozinha na cidade. Triste, ela recorre a um amigo, Steve (James Corden), única pessoa que conhece em Nova York.

Para tirar ela da tristeza, Steve decide leva-la a um bar aonde ele vai cantar, e no meio de sua apresentação a chama ao palco para mostrar uma de suas músicas. Muito a contra gosto ela aceita, mas o que ela não imaginava, é que no bar haveria um produtor praticamente falido, chamado Dan (Mark Ruffalo) que veria em suas músicas um futuro muito promissor.

Mesmo Se Nada Der Certo não mais uma comédia romântica das quais estão lotados os cinemas, é sim um filme sobre recomeçar, mesmo que você esteja no fundo do poço ou tenha tomado um grande fora. Ele passa uma linda lição de que há sempre uma forma de começar de novo, sem precisar seguir os moldes que lhe fizeram chegar no ponto aonde se está.video-undefined-1F252EB700000578-898_636x358

 

Eu adorei o início do filme, aonde a mesma cena é contada de 3 formas diferentes, fazendo com que o espectador vá aos poucos entendendo os protagonistas. A primeira visão é geral, como se vista pelo público, a segunda é vista por Dan e a terceira pela Gretta. E só ao final da terceira é que você entende os protagonistas perfeitamente, para saber o porque estão naquela situação e o porque o encontro dos dois será fundamental para a transformação deles.

Uma transformação criada ao acaslove_songo, pelo simples motivo deles terem sidos forçados pelo universo a estarem naquele local, naquele momento. E isso, é o que faz esse filme ser tão bonito. Esse acaso criado pelo roteirista e diretor John Carney (Apenas uma Vez) de forma tão simples, mas ou mesmo tempo tão profunda que passa uma mensagem linda. Não importa o quão ruim a situação está, ela pode melhorar se você quiser que melhore.

 

Vale a pena falar também sobre a crítica aos artistas que se vendem por dinheiro, que alteram sua filosofia apenas para agradar ao público e vender álbuns. Achei muito bem feita!  As músicas criadas para o filme também são um show a parte (pelo menos eu adorei) e com certeza vou querer elas em meu set list.

Sobre os atores, achei muito boa a escolha de Mark Ruffalo para o papel de Dan, e até mesmo Keira Knightley (da qual não sou tão fã assim) mandou bem! Minha surpresa foi Adam Levine, o cantor do grupo Maroon 5, que se saiu muito bem em seu primeiro filme (tudo bem que ele já participou dos seriados American Horror Story  e 30 Rock, mas mesmo assim ele me surpreendeu). Recomendo!

Trailer:

Sobre o Autor:

Renata Araujo
Renata Araujo 298 resenhas

É jornalista por formação, nerd por paixão e cresceu rodeada de livros sendo até proibida de comprar mais por não ter aonde botar. Era figura conhecida na locadora mais próxima, aonde nem precisava se identificar, hoje em dia usa o quarto do namorado como depósito de livros. Adora livros de fantasia, sendo um PotterManiaca, mas não dispensa nenhum gênero. Para filmes prefere os clássicos dos anos 80 e compara qualquer filme com Dirty Dance - Ritmo Quente e O Guarda Costa.

Você pode gostar também

Os Guardiões da Galáxia

O jovem Peter Quill (Chris Pratt) foi abduzido da Terra quando criança e após se tornar adulto, se transforma em um saqueador, e se autodenomina o Senhor das Estrelas. Porém

Filmes

Profissão de Risco

Em um hotel no meio do nada, um homem precisa guardar uma bolsa para entrega-la a seu chefe. A única regra imposta pelo chefe é nunca olhar dentro da mesma.

O Hobbit 3: A Batalha dos Cinco Exércitos

O terceiro filme começa logo após Smaug ser expulso da montanha de Erebor. Sua raiva é tamanha, por ter que sair do local que ele considerava seu lar, que ele

0 Comentários

Nenhum Comentário Ainda!

Você pode ser o primeiro a comentar esta publicação!

Responder

Apenas usuários registrados podem comentar.