Salvador Dalí
junho 27, 2014 917 Visualizações

Salvador Dalí

O Ministério da Cultura e o Banco do Brasil trazem para o Rio de Janeiro a exposição Salvador Dalí, a maior retrospectiva sobre o artista já feita no Brasil, apresentando suas criações desde 1920 até seus últimos trabalhos. São cerca de 150 obras, vindas de instituições como a Fundação Gala-Dalí, Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofía e o Museu Salvador Dalí.
Paisaje Pagano Médio (1937)
Essa exposição abrange diversas fases criativas do artista catalão, entre os trabalhos selecionados estão o Retrato del Padre y Casa de Es Llaner (1920), Autorretrato Cubista (1923), ilustrações para clássicos da literatura como Dom Quixote e Alice no País das Maravilhas da década de 60 (Que são lindas!), além de títulos da sua biblioteca particular. A ideia é que o visitante perceba a evolução de Dali com o passar dos anos, além das suas diversas influências.

Ao todo são 29 pinturas, 72 gravuras e desenhos, 16 fotos e 39 documentos de Dalí. Entre elas fotografias do artista mais novo, capas de revistas, propagandas e até filmes em um espaço de 1000 metros quadrados no primeiro andar do Centro Cultural.

Dom Quixote
Alice no País das Maravilhas (1969)
Alice no País das Maravilhas (1969)
A exposição Salvador Dalí está em cartaz no Centro Cultural do Banco do Brasil, que fica na Rua Primeiro de Março, 66 no centro do Rio. A entrada é franca, e fica aberto de quarta a segunda das 9h às 21h até o dia 22 de setembro deste ano.
La máxima velocidade de la Madonna de Rafael (1954)
Eu super recomendo, já que as obras de Dali são lindas, e a exposição está muito bem feita, visto a preocupação da iluminação em alguns ambientes e o cuidado com que algumas peças de seu arquivo pessoal são expostas. Mas dou uma dica a todos, não deixem para muito tarde, pois devido a grande fama de Dalí, muitas pessoas estão querendo ver suas obras de perto, o que está gerando grandes filas. Então vá na parte da manhã e não deixe para a última semana.
El pie de Gala (1975-1976)
Idilio atómico y uránico melancólico (1945)
Salvador Dalí em Nova York (1937)
Salvador Domenec Felip Jacint Dalí, mais conhecido como Salvador Dalí, iniciou sua educação artística em 1916 e assim descobriu a pintura impressionista. Sua primeira exposição pública foi no Teatro Municipal de Figueres, em 1919. A partir de 1922 tornou-se amigo do cineasta Luis Buñel, com o qual fez um curta-metragem chamado o Cão Andaluz, em 1929. Mesmo ano em que conheceu sua esposa Gala Éluard, uma imigrante russa. Eles se casaram e no início da Segunda Guerra, foram viver nos Estados Unidos, aonde publicou sua autobiografia “A Vida Secreta de Salvador Dalí”. Em seus últimos anos de vida, Dalí viveu em Figueres.

Site CCBB: http://culturabancodobrasil.com.br/portal/rio-de-janeiro/

Sobre o Autor:

Renata Araujo
Renata Araujo 298 resenhas

É jornalista por formação, nerd por paixão e cresceu rodeada de livros sendo até proibida de comprar mais por não ter aonde botar. Era figura conhecida na locadora mais próxima, aonde nem precisava se identificar, hoje em dia usa o quarto do namorado como depósito de livros. Adora livros de fantasia, sendo um PotterManiaca, mas não dispensa nenhum gênero. Para filmes prefere os clássicos dos anos 80 e compara qualquer filme com Dirty Dance - Ritmo Quente e O Guarda Costa.

Você pode gostar também

Exposições

Leopoldina, princesa da Independência, das artes e das ciências

O Museu de Arte do Rio está com a exposição Leopoldina, princesa da Independência, das artes e das ciências. A ideia é mostrar ao público a vida de uma das

Exposições

Museu: Bohemia!

Se você sabe apreciar uma boa cerveja, gosta de saber como funciona o processo da criação da cerveja ou pelo menos gosta de beber, essa dica é pra você. Saiba

Exposições 0 Comentários

Arte com Dinossauro

O Museu Nacional/UFRJ abriu ao público, na última quinta (16/04), a exposição temporária ARTE COM DINOSSAUROS. Desde as primeiras descobertas da Paleontologia, os pesquisadores sempre quiseram saber como seria a