O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Eletro
maio 5, 2014 577 Visualizações

O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Eletro

Após se transformar no Homem-Aranha, Peter Parker (Andrew Garfield) continua vivendo sua vida e usado seus poderes para proteger os moradores de Nova York. Ele curte muito ser um herói, mas isso não facilita sua vida pessoal, principalmente com relação a sua namorada Gwen Stacy (Emma Stone) e sua tia May (Sally Field). Apesar disso, ele tenta conciliar tudo, inclusive a lembrança do pai de Gwen, que sisma em voltar o tempo todo para lembrar-lo de se afastar de sua filha.
Ao mesmo tempo chega a cidade um antigo amigo de Peter, Harry Osborn (Dane DeHaan), que após o falecimento de seu pai, precisa assumir a empresa Oscorp, ande trabalha Gwen. Isso sem contar no surgimento de um novo vilão, Eletro (Jamie Foxx), que vai dificultar a vida do Homem-Aranha. 
Com efeitos especiais incrivelmente bem feitos pela equipe do diretor Marc Webb (O Espetacular Homem-Aranha, 500 Dias com Ela) e com uma fotografia de tirar o chapéu, esse segundo filme vem com tudo para fazer os fãs do aranha se apaixonarem cada vez mais pelo herói vivido por Garfield. 
Várias coisas me chamaram atenção nesse filme, além de humor na medida certa e das cenas emocionantes (e muito bonitas), Webb utilizou um recurso muito legal nas cenas de ação. Em alguns momentos a cena ficava em câmera lenta e era possível observar detalhes das lutas ou explosões. Destaco uma cena em especial, na qual Peter luta conta Eletro na Times Square, aonde o uso da câmera lenta deixou a cena ainda mais especial.
No geral, acho que essa sequência trouxe também um amadurecimento para a série. Garfield, apesar de fazer um Homem-Aranha mais novo, mostra um herói de muita garra, e que está disposto a lutar. Jamie Foxx, que faz Eletro e Dane DeHann, o Harry Osborn, são um show a parte. Dane, que já tinha ido muito bem no filme Poder Sem Limites, rouba a cena e mostra que tem muito potencial para fazer o personagem de Harry crescer na trama. 
Uma curiosidade é que esse foi o filme mais longo já feito sobre o herói aracnídeo, com 152 minutos de duração. E com relação a trilha sonora, o compositor Hans Zimmer, recrutou um grupo de músicos influentes, a fim de criar a trilha perfeita. Nomes como o do rapper e produtor Pharrell Williams, o ex- Smiths, Johnny Marr, o guitarrista do Incubus, Michael Einziger, além da participação de Alicia Keys e Kendrick Lamar. Na versão brasileira, ainda foi incluída a música Just The Two Of Us, da banda nacional P9 (veja o link do trailer no final da resenha). 
Um filme muito bem feito e que dá um ótimo fôlego para esperar o terceiro da série. Recomendo!
Trailer do filme: http://goo.gl/L377Zy
Trailer da música Just The Two of Us: http://goo.gl/e7s5Tn

Sobre o Autor:

Renata Araujo
Renata Araujo 298 resenhas

É jornalista por formação, nerd por paixão e cresceu rodeada de livros sendo até proibida de comprar mais por não ter aonde botar. Era figura conhecida na locadora mais próxima, aonde nem precisava se identificar, hoje em dia usa o quarto do namorado como depósito de livros. Adora livros de fantasia, sendo um PotterManiaca, mas não dispensa nenhum gênero. Para filmes prefere os clássicos dos anos 80 e compara qualquer filme com Dirty Dance - Ritmo Quente e O Guarda Costa.

Você pode gostar também

Filmes

A Culpa é das Estrelas

Diagnosticada com câncer terminal, a adolescente Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley) é forçada pelos pais a tentar ter uma vida normal. Uma das exigências é participar de um grupo de

Preciosa – Uma história de Esperança

Clarice Preciosa Jones (Gabourey Sidibe) é uma adolescente de 16 anos que mora em Nova York, no bairro do Harlem. Ela poderia ser igual a muitas meninas da sua idade,

O Doador de Memórias

Uma pequena comunidade vive em um mundo que parece ser ideal. Lá não existem doenças, dor, desigualdades, brigas e nem guerras, todos são educados e se ajudam em prol de