Visões na Coleção Ludwig
maio 16, 2014 533 Visualizações

Visões na Coleção Ludwig

Retrato de Peter Ludwig – Andy Warhol
O Ministério da Cultura e o Banco do Brasil trazem para o Rio a exposição Visões na Coleção Ludwig, que reúne cerca de 80 obras da coleção de arte contemporânea do casal alemão Peter e Irene Ludwig, adquiridas durante a segunda metade do século XX. 
Na década de 60, o alemão Peter era dono da fábrica de chocolates Monheim, e nessa época ele já era o maior colecionador europeu de Pop Art. Depois abriu o leque para o neoexpressionismo alemão, a arte russa, a alemã oriental, a chinesa, e assim foi. Em 1968, seu acervo já era tão grande que ele cedeu ao Museu Municipal de Colônia, conhecido como Wallraf-Richartz. Onze anos mais tarde ele doou tudo a mesma instituição, com um único pedido, que criassem um museu de arte moderna dentro do mesmo prédio e colocassem seu nome.
Guarda-roupa IV – Pavlos (Dionyssopoulos)
Peter foi um dos grandes responsáveis pela popularização de artistas americanos da Pop Art na Europa, assim como pela difusão do neoexpressionismo alemão. De acordo com a curadora Ania Rodríguez, a amplitude da coleção se vê refletida na exposição: heterogênea no que diz respeito as tendências artísticas reunidas, diversa nas origens dos criadores e híbrida em suas direções.
Cabeças grandes – Pablo Picasso
Atualmente o acervo Ludwig  totaliza aproximadamente 20 mil peças e está distribuído em 14 instituições e museus por todo o mundo. Essa mostra que está em cartaz no Rio, é proveniente do Museu Russo de São Petersburgo. 
Sem título – Andy Warhol
A exposição fica aberta ao público até dia 21 de julho deste ano, de quarta a segunda das 9h às 21h. O Centro Cultural fica na Rua Primeiro de Março, 66. A entrada é gratuita. Recomendo!
Tríptico número 14. Autorretrato – Vladimir Yankilevsky
Autorretrato universal II – Pat York
Jardins do Palácio de Verão – Natalia Nesterova

Site oficial CCBB: http://culturabancodobrasil.com.br/portal/rio-de-janeiro/

Sobre o Autor:

Renata Araujo
Renata Araujo 298 resenhas

É jornalista por formação, nerd por paixão e cresceu rodeada de livros sendo até proibida de comprar mais por não ter aonde botar. Era figura conhecida na locadora mais próxima, aonde nem precisava se identificar, hoje em dia usa o quarto do namorado como depósito de livros. Adora livros de fantasia, sendo um PotterManiaca, mas não dispensa nenhum gênero. Para filmes prefere os clássicos dos anos 80 e compara qualquer filme com Dirty Dance - Ritmo Quente e O Guarda Costa.

Você pode gostar também

Exposições

Craques das Copas

Se você é apaixonado por futebol, ou pelo menos gosta de ver a seleção brasileira jogar, vai se encantar pela exposição Craques das Copas. São 40 fotografias, vídeos, capas de

Exposições

Amor Amor Amor

                                                           

Exposições

Salvador Dalí

O Ministério da Cultura e o Banco do Brasil trazem para o Rio de Janeiro a exposição Salvador Dalí, a maior retrospectiva sobre o artista já feita no Brasil, apresentando