Capitão América 2: O Soldado Invernal
abril 23, 2014 677 Visualizações

Capitão América 2: O Soldado Invernal

Dois anos se passaram depois dos acontecimento em Nova York. O Capitão Steve Rogers (Chris Evans), continua tentando retomar sua vida, e para isso ele resolve ficar na cidade e ajudar na agência S.H.I.E.L.D enquanto tenta redescobrir o mundo e se encaixar nele.

Junto com Natasha Romanoff (Scarlett Johansson), mais conhecida como Viúva Negra, eles realizam missões a pedido de Nick Fury (Samuel L. Jackson) para manter o mundo a salvo. Porém dessa vez o problema é muito maior do que eles pensam. Quando Fury é vítima de um atentado misterioso, o Capitão Rogers percebe que a agência está comprometida. E agora como saber em quem confiar? Quem está por trás de tudo?

Capitão América 2 possui um enredo muito bom. Trazer de volta a HIDRA e apresentar o Soldado Invernal, já conhecido nos quadrinhos, foi uma ótima sacada, agradando tanto quem conhece o universo Marvel quanto quem nunca leu HQs.

Outro personagem bem legal foi o Falcão (Anthony Mackie). Ele aparenta ser um herói mais focado e de uma certa forma, é um ponto cômico no filme. Seu apetrecho, usado para voar, é bem interessante.  

Gostei bastante do desenrolar da história, achei que ficou bem ágil. Acho que o roteirista Christopher Markus (roteirista de Thor: O Mundo Sombrio, Capitão América: O Primeiro Vingador) acertou. Com relação as cenas de ação, como sempre, a Disney se supera e consegue realizar um trabalho bem feito, já que elas são sempre bonitas visualmente e bem realistas. Uma curiosidade é que um dos terroristas do filme chamado Batroc, é um lutador canadense de MMA e considerado um dos melhores meio-médio do mundo. 

Cheio de easter eggs e com duas cenas pós créditos (recomendo ficar até o final para ver), o filme dos diretores Anthony Russo e Joe Russo (Máfia no Divã, Dois é Bom, Três é Demais, Community), tem tudo para ser um dos mais legais da franquia Os Vingadores. Isso sem contar, que ainda vai elevar a moral da série The Agents of SHIELD, que faz interações com o filme, tanto antes de ser lançado quanto depois, mostrando cenas e falando sobre os fatos ocorridos (o que foi bem legal).

Eu gostei muito do filme e chamo atenção para um personagem que apareceu pouco, mas que tem tudo para crescer no próximo Capitão América. Sharon Carter, a agente 13 (Emily VanCamp), que nos quadrinhos tem um papel bem importante. Robert Redford também faz um papel bem legal no filme. Alexander Pierce, um dos membros do conselho da S.H.I.E.L.D, líder da agência e amigo de Fury. Recomendo!

Trailer: http://goo.gl/0dv6m4

Sobre o Autor:

Renata Araujo
Renata Araujo 298 resenhas

É jornalista por formação, nerd por paixão e cresceu rodeada de livros sendo até proibida de comprar mais por não ter aonde botar. Era figura conhecida na locadora mais próxima, aonde nem precisava se identificar, hoje em dia usa o quarto do namorado como depósito de livros. Adora livros de fantasia, sendo um PotterManiaca, mas não dispensa nenhum gênero. Para filmes prefere os clássicos dos anos 80 e compara qualquer filme com Dirty Dance - Ritmo Quente e O Guarda Costa.

Você pode gostar também

Filmes

Barry

De Barry a Barack. Por quantas transformações o ex-presidente dos Estados Unidos, Barrack Obama passou para se tornar o homem que encantou o mundo? Barry, produção da Netflix, tenta explicar um

Filmes

Cidades de Papel

Tudo ia bem na vida de Quentin (Nat Wolff) até que Margo Roth Spiegelman (Cara Delevingne) se torna sua vizinha de frente. Nesse momento ele se tornam amigos e Q (como é

Filmes

Ex Machina

Como você pode provar que algo têm uma consciência e pior ainda, como saber que você mesmo possui uma e não é fruto de uma programação? Esse é o cenário