Frozen – Uma Aventura Congelante

Frozen – Uma Aventura Congelante

Elsa e Anna são as filhas do rei de Arendelle, sendo que a mais velha, Elsa, possui um dom. Ela nasceu com a capacidade de criar gelo e neve. O que poderia ser uma incrível dádiva, já que com seu dom ela e sua irmã se divertem muito, pode também ser algo fatal.
Um dia enquanto brincavam com a neve Elsa, acidentalmente, acerta sua irmã e a machuca, sem deixar grandes sequelas. Porém esse ato faz com que seus pais decidam esconde-la para evitar complicações e isso afasta as duas meninas, que eram melhores amigas.
Após a morte de seus pais e a maioridade de Elsa, ela acaba tendo que assumir o reinado, criando assim um grande problema. Elsa terá que reencontrar sua irmã e a todos na cidade da qual se escondia, e o reencontro da duas irmãs gera um novo acidente, fazendo com que a futura rainha, sem querer, congele toda a cidade e decida partir do reino para sempre. É nesse momento que Anna decide se aventurar pelas montanhas de gelo para encontrar a irmã, traze-la de volta e acabar com o frio que está destruindo tudo.
Com Frozen, que é o 53° filme animado, a Disney volta com força total e consegue mais uma vez emocionar o público como fazia antigamente. Frozen é lindo e combina muito bem as cores com a tecnologia e a música, que é um capítulo a parte. Christophe Beck, que é o compositor do filme, criou lindamente as músicas, que me fizeram cantar antes mesmo de sair do cinema. 
O enredo do filme também chama atenção pela quebra de padrões. Nesse filme não existe uma pessoa do mal, como em todos os filmes que a Disney faz, e nem uma relação mocinho e mocinha. A história das duas irmãs conquista pelo diferencial. Quando se pensou que em um filme da Disney duas mulheres seriam as protagonistas?
Frozen é baseado na obra original de Hans Christian Anderson, chamada A Rainha da Neve. Ele venceu na categoria de melhor filme de animação no Globo de Ouro deste ano e está concorrendo ao Oscar de melhor filme de animação.
Recomendo esse filme a todos. Achei ele inteligente, muito bonito, emocionante e muito divertido. É um filme para toda a família. 
Link para trailer: http://goo.gl/34vCBp
Link para livro no Submarino: http://goo.gl/Fjfxd2

Sobre o Autor:

Renata Araujo
Renata Araujo 298 resenhas

É jornalista por formação, nerd por paixão e cresceu rodeada de livros sendo até proibida de comprar mais por não ter aonde botar. Era figura conhecida na locadora mais próxima, aonde nem precisava se identificar, hoje em dia usa o quarto do namorado como depósito de livros. Adora livros de fantasia, sendo um PotterManiaca, mas não dispensa nenhum gênero. Para filmes prefere os clássicos dos anos 80 e compara qualquer filme com Dirty Dance - Ritmo Quente e O Guarda Costa.

Você pode gostar também

Garota Exemplar

Amy Dunne (Rosamund Pike) desaparece no dia do seu aniversário de casamento. Ela estava casada a pouco tempo com Nick (Ben Affleck) e eles haviam se mudado de Nova York

Filmes

Walt nos Bastidores de Mary Poppins

Walt nos Bastidores de Mary Poppins, conta a história da produção de um dos grandes clássicos da Disney, Mary Poppins, lançado em 1964. Nele, Walt Disney (Tom Hanks), que tentou

Festa no Céu

Um grupo de crianças bem bagunceiras chega a uma visita guiada ao museu, como uma espécie de “punição” pelo mau comportamento. Lá, uma guia diferente resolve percorrer um caminho alternativo