A Menina que Roubava Livros
janeiro 31, 2014 600 Visualizações

A Menina que Roubava Livros

Essa história se passa durante a Segunda Guerra Mundial, e é narrada por ninguém menos do que a Morte. Sim, ela que está sempre por perto esperando sua vez de aparecer, desta vez se aproxima para nos contar a história de uma garota que chamou sua atenção. Seu nome é Liesel Meminger (Sophie Nélisse).
Tudo começa quando Liesel , que morava com sua mãe e irmão, é obrigada a se mudar e ficar aos cuidados de Hans (Geoffrey Rush) e Rosa Hubermann (Emily Watson), um pintor e uma dona de casa rabugenta. Ao entrar na casa nova leva consigo entre as poucas coisas, um livro que roubou, chamado O Manual do Coveiro. Esse seria seu primeiro. Porém Liesel não sabe ler, então Hans, seu pai adotivo a ajuda e isso vai mudar a vida da menina de uma forma insperada.
A Menina que Roubava Livros é um filme lindo e muito emocionante. O gosto pela leitura e sua sede de conhecimento faz com que Liesel veja nos livros algo mais do que apenas papel e letras. São eles que a ajudam a esquecer de passado triste e seu presente conturbado em meio a uma guerra. Apesar das amizades verdadeiras que ela faz, tanto com seu vizinho Rudy (Nico Liersch) quanto com um judeu que vive na clandestinidade (Ben Schnetzer), os livros vão ter um importância muito maior na vida dela.
O filme, que é dirigido por Brian Percival (ganhador do Emmy por Downton Abbey), é baseado no best-seller internacional de mesmo nome do autor australiano Marcus Zusak, que também escreveu outros livros como A Garota que eu Quero, Eu sou o Mensageiro e O Azarão.
O filme tem como protagonista Sophie Nélisse que deu show como Liesel e me deixou emocionada em vários momentos. Geoffrey Rush e Emily Watson também estão ótimos como os pais adotivos de Liesel. Outro ponto que gostei muito no filme foi a música, perfeita em alguns momentos. Mais isso se deve ao fato de o compositor do filme ser ninguém menos do John Williams, compositor de grandes filmes como Star Wars, Indiana Jones, O Patriota, O Resgate do Soldado Ryan, Superman, Tubarão, entre outros.
Com relação a adaptação, eu adorei. Achei que o filme foi muito parecido com o livro e não me incomodou em nada. Eu gostei muito e recomendo, mas se você vai ao cinema esperando ver um filme de guerra com muita ação pode esquecer. A Menina que Roubava Livros não tem muitas cenas agitadas e nem mortes violentas. Ele está mais para um filme de romance. O romance entre Liesel e seus livros. O que para mim foi perfeito. Recomendo!

Link para trailer: http://goo.gl/6w28c0
Link para compra do livro Submarino: http://goo.gl/mGj9gn

Sobre o Autor:

Renata Araujo
Renata Araujo 298 resenhas

É jornalista por formação, nerd por paixão e cresceu rodeada de livros sendo até proibida de comprar mais por não ter aonde botar. Era figura conhecida na locadora mais próxima, aonde nem precisava se identificar, hoje em dia usa o quarto do namorado como depósito de livros. Adora livros de fantasia, sendo um PotterManiaca, mas não dispensa nenhum gênero. Para filmes prefere os clássicos dos anos 80 e compara qualquer filme com Dirty Dance - Ritmo Quente e O Guarda Costa.

Você pode gostar também

Filmes

Divertidamente

Riley é uma garota de 11 anos de idade que está sempre animada e pra cima! Porém as coisas mudam quando ela enfrenta transformações importantes em sua vida: Seus pais

Filmes

Cássia Eller

Cássia Rejane Eller, mais comumente conhecida como Cássia Eller, uma bomba prestes a explodir nos palcos. Uma das cantoras mais completas da história do rock brasileiro que infelizmente teve sua

Filmes

Os Homens são de Marte … E É Pra lá Que Eu Vou

Fernanda (Mônica Martleli) tem 39, é uma mulher bem sucedida em seu emprego de organizadora de casamentos, aonde ajuda a realiza uma das festas mais importantes para as mulheres. Porém