Drive

Drive

 
Durante o dia ele é mecânico e dublê em filmes de Hollywood, porém a noite ele presta serviços a bandidos apenas como motorista de fuga. Essa é a vida do protagonista de Drive (Ryan Gosling). Um homem com poucas palavras, mas que possui um talento nato. Ele dirige maravilhosamente bem. Os primeiros minutos de filme já deixam isso bem claro quando em uma cena ele ajuda dois ladrões a fugirem. Esperto, com pensamentos rápidos e muito inteligente ele usa toda a sua habilidade e tira qualquer dúvida a respeito de sua competência.
Sua vida ia bem até que ele conhece sua vizinha Irene (Carey Mulligan) e seu filho. Ele se apaixona por ela, porém descobre que seu marido, Standard (Oscar Isaac) vai sair da prisão e vai voltar para casa. Assim que chega, Standard acaba se metendo em uma enrascada e o motorista tenta ajudar, mas coloca em risco seu bem mais precioso, sua vida.
O filme é incrível, principalmente na forma como tudo é mostrado, já que existem poucos diálogos e mesmo assim o espectador consegue entender tudo o que os personagens querem passar, seja pela expressão facial ou pela trilha sonora, que foi indicada ao Oscar de melhor edição de som. Quando o filme começou fiquei meio curiosa em como isso tudo seria levado, mas quando percebi estava tão envolvida que para mim funcionou perfeitamente.
Em algumas cenas do filme lembrei um pouco do estilo Tarantino, de mostrar mortes bem violentas e sem nenhum tipo de preocupação em esconder detalhes. Trechos como uma cabeça explodindo e o primeiro assassinato do protagonista foram bem fortes, mas combinaram com o estilo do filme.
Destaque para Ryan, que convenceu como motorista de poucas falas e que foi se tornando meio que um psicopata ao longo do filme. Em algumas cenas ele realmente dá medo. Suas cenas foram muito fortes e cheias de sentimentos, que ele conseguiu mostrar de várias formas. Recomendo!
O filme é baseado em um romance homônimo de mesmo nome, lançado em 2005 e escrito pelo americano James Sallis, que além de autor é também crítico literário e professor de escrita criativa. No Brasil ele foi lançado em 2012 pela editora LeYa.
Link para trailer: http://goo.gl/IhxFVx
Link para compra do livro Submarino: http://goo.gl/6oBgJJ
Link para compra do livro Livraria Cultura: http://goo.gl/sOfXZW
Link para e-book: http://goo.gl/dAkniy
Link para compra do DVD Livraria Cultura: http://goo.gl/F6rLHi

Sobre o Autor:

Renata Araujo
Renata Araujo 298 resenhas

É jornalista por formação, nerd por paixão e cresceu rodeada de livros sendo até proibida de comprar mais por não ter aonde botar. Era figura conhecida na locadora mais próxima, aonde nem precisava se identificar, hoje em dia usa o quarto do namorado como depósito de livros. Adora livros de fantasia, sendo um PotterManiaca, mas não dispensa nenhum gênero. Para filmes prefere os clássicos dos anos 80 e compara qualquer filme com Dirty Dance - Ritmo Quente e O Guarda Costa.

Você pode gostar também

Filmes

Terremoto – A Falha em San Andreas

Um terremoto atinge a Califórnia e faz com que Ray (Dwayne Johnson), um bombeiro especializado em resgates com helicópteros, que estava com a vida de cabeça para baixo, tenha que

Filmes

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

No futuro, os mutantes são caçados impiedosamente pelos chamados Sentinelas, robôs soldados criados por Bolívar Trask (Peter Ginklage), o maior especialista do mundo sobre a ameaça mutante e líder das

Filmes

300 Ascensão do Império

A Ascensão do Império não se trata de uma continuação, mas sim da mesma guerra do filme 300, só que mostrada por um outro lado. Enquanto Leonidas e os 300