Dirty Dancing – Ritmo Quente
outubro 30, 2013 2580 Visualizações

Dirty Dancing – Ritmo Quente

Durante o verão de 1963, Frances (Jannifer Gray), mais conhecida como Baby, vai passar as férias em um resort, com seus pais, Dr. Jake (Jerry Orbach) e Marjorie Houseman (Kelly Bichop) e sua irmã mais velha, Lisa (Jane Brucker). Um dia, enquanto Baby ajuda um dos funcionários do hotel, ela descobre um espaço aonde os todos os empregados se divertem após o trabalho e acaba conhecendo e se apaixonando por Johnny Castle (Patrick Swayze), um dos professores de dança.
Quando Penny (Cynthia Rhodes) a parceira de apresentações de Johnny fica grávida e tem complicações, Baby se oferece para ir em seu lugar em um espetáculo fora do hotel. Johnny não gosta de início, mas aceita, pois não encontra outra opção. Os dois passam a conviver diariamente para que Baby aprenda os passos. Essa aproximação acaba fazendo com que os dois se conheçam melhor e se apaixonem. Mas para ficarem juntos eles vão passar por vários obstáculos.
A história de amor de Johnny e Baby é linda e apesar do tempo (o filme foi lançado em 1987), ainda encanta muita gente. Ele conquistou um sucesso tão grande que arrecadou 213 milhões de dólares para uma produção que custou apenas 6 milhões. Esse é um dos meus filmes favoritos e por isso até perdi a conta de quantas vezes já assisti.
O filme todo é muito bom, mas duas cenas são marcantes pra mim. A da primeira apresentação de Baby com Johnny, quando ela, toda desengonçada tenta executar a dança no palco, o que é bem engraçado. E a cena final, em que Johnny diz aos pais de Baby que ninguém coloca ela no canto e parte para a dança final, com a cena clássica, dele levantando ela no meio do público. Essas duas cenas mostram a transformação de Baby, tanto na dança quanto como mulher.
E é claro que não poderia deixar de falar de Patrick Swayze, que além de ter sido um ótimo ator, foi um grande dançarino. Ele roubou a atenção em todas as cenas em que dança. Isso tudo é explicado pelo fato dele ter começado sua carreira como bailarino clássico, que foi interrompida devido a lesões, fazendo assim com que ele se dedicasse mais a carreira de ator.
O romance do diretor americano, Emile Ardolino, que também fez Mudança de Hábito, ganhou o Oscar de melhor canção original, por The Time of my Life, interpretada por Bill Medley e Jennifer Warnes. Além disso, ganhou também o Globo de Ouro na categoria melhor canção original (The Time of my Life) e o Independent Spirit Award de melhor filme. A trilha sonora além de ganhar prêmios arrasou na época, sendo o embalo de muitas festas. Músicas como Big Girls Don’t Cry, Be My Baby e She’s Like the Wind (interpretada por Patrick Swayze e Wendy Fraser) fizeram muito sucesso.
Dirty Dancing ainda ganhou uma continuação, com Dirty Dancing 2 – Noites de Havana, aonde Katey Miller, uma adolescente com 18 anos se muda para Cuba com seus pais e sua irmã. Lá acaba conhecendo Javier, um funcionário de um hotel próximo, que ganha sua amizade e sua parceria na dança. Patrick Swayze faz uma participação no filme como instrutor de dança. Essa continuação não é tão boa quanto o primeiro filme e nem fez tanto sucesso. Não é à toa que quase ninguém conhece.
E para quem gosta do filme ainda tem novidades a vista. A produtora independente Lionsgate anunciou em 2009, que fará um remake do filme. Ele seria lançado em 2014 e dirigido por Kenny Ortega, que foi o coreógrafo do filme original e já dirigiu High School Music.
Dirty Dancing – Ritmo Quente, é um clássico dos romances. Diverte, emociona e cativa do inicio ao fim. Recomendo a todos!
Link para trailer: http://goo.gl/ZGSsZT

Link para site oficial: http://www.dirtydancing.com/site.php
Link para compra DVD Submarino: http://goo.gl/5STQJI
Link para compra BLU-RAY Submarino: http://goo.gl/nRH0Nt
Link para compra DVD Livraria Cultura: http://goo.gl/BrDfAS
Link para compra BLU-RAY Livraria Cultura: http://goo.gl/fdzxde

Sobre o Autor:

Renata Araujo
Renata Araujo 298 resenhas

É jornalista por formação, nerd por paixão e cresceu rodeada de livros sendo até proibida de comprar mais por não ter aonde botar. Era figura conhecida na locadora mais próxima, aonde nem precisava se identificar, hoje em dia usa o quarto do namorado como depósito de livros. Adora livros de fantasia, sendo um PotterManiaca, mas não dispensa nenhum gênero. Para filmes prefere os clássicos dos anos 80 e compara qualquer filme com Dirty Dance - Ritmo Quente e O Guarda Costa.

Você pode gostar também

Selma – Uma Luta Pela Igualdade

Se você não conhece a história de Martin Luther King. Jr esta é uma ótima oportunidade de saber mais sobre sua luta e suas conquistas. Selma mostra uma parte da cinebiografia

Tim Maia

Tim Maia narra a história de um dos artistas mais polêmicos e mais incríveis do Brasil. O filme conta como foi a vida desse grande musico, começando pela sua infância pobre,

Filmes

Rio 2

O casal mais lindo de ararinhas azul voltou as telas de cinema. Em Rio 2, Blue e Jade continuam morando no Rio e tiverem 3 filhos, Carla, Bia e Tiago.